• A Gemalto agora faz parte do Grupo Thales, descubra mais aqui.

A solução de reconhecimento de íris da Gemalto agiliza a imigração na Colômbia


Seus olhos são a solução​​

La solução BIOMIG

 

Qualquer pessoa que tenha viajado para fora do seu país conhece o procedimento: depois de um longo e estressante dia de viagem, você chega ao seu país e descobre que ainda precisa enfrentar outra longa fila de espera na imigração do aeroporto. Esse é o caso dos cidadãos colombianos com mais de 12 anos, que representam até 70% dos desembarques no aeroporto internacional de El Dorado, em Bogotá. Para a maioria dos passageiros que circulam pelo aeroporto, a primeira parada após o pouso significa enfrentar o processamento de seu retorno ao país, e resulta em congestionamentos, gargalos e frustração na maioria das vezes. Este é um grande desafio para os cidadãos que já retornam cansados ​​de sua viagem, assim como para o pessoal do aeroporto e da imigração, cuja luta constante é manter a segurança e a equanimidade, ao mesmo tempo em que processam cada cidadão o mais rápido possível.

Como podemos garantir segurança, proteção e tranquilidade enquanto agilizamos a imigração?

À medida que a globalização continua seu avanço irrefreável, os aeroportos e as autoridades aduaneiras do mundo todo compartilham um objetivo comum: manter ou aumentar a segurança e a tranquilidade dos seus cidadãos, e, ao mesmo tempo, simplificar e agilizar a imigração e o retorno dos passageiros internacionais. Equilibrar esses dois objetivos aparentemente opostos gerou um desafio de longo prazo para a Colômbia. A boa notícia é que com o advento de soluções digitais e inovadoras e possível fornecer uma resposta poderosa e essencial para promover o equilíbrio e atender os objetivos mais urgentes.

Há vários anos, a Gemalto tem apoiado a Migración Colombia, o órgão de controle fronteiriço e migratório da Colômbia, por meio da autenticação avançada de documentos seguros, soluções biométricas e integração de software para suas operações de fronteira.

Solução de controle automatizado de fronteiras (ABC)

Agilizando a imigração em um piscar de olhos

A Gemalto e a parceira tecnológica colombiana INCOMELEC SAS trabalharam em projeto com a Migración Colombia para transformar a migração do aeroporto e as fronteiras da Migración Colombia com o uso da tecnologia de verificação biométrica da íris. Elas desenvolveram uma nova solução de controle automatizado de fronteiras (ABC) que agiliza a autenticação de identidade e reduz significativamente os gargalos da imigração no aeroporto de El Dorado, ao mesmo tempo em que mantêm um forte controle de segurança de cada passageiro. A solução é conhecida localmente como "BIOMIG" e ela verifica a identidade pessoal através do reconhecimento de íris, conhecida por sua precisão, facilidade de uso e escalabilidade. A íris humana compreende padrões complexos, únicos e estáveis que podem ser identificados a uma certa distância para verificar com precisão a identidade de uma pessoa.

Como funciona?

A solução de reconhecimento de íris ABC da Gemalto para a Migración Colombia compreende em um terminal de reconhecimento de íris altamente intuitivo da CMITech que permite a captura rápida da íris em longo alcance, a cerca de 35 a 45 centímetros de distância. Isso elimina o contato físico com o terminal de digitalização e melhora o conforto, a velocidade e a facilidade de uso para os usuários.

Para participar do programa, os cidadãos colombianos com mais de 12 anos podem se inscrever em qualquer uma das 30 estações de controle migratório BIOMIG localizadas na área de saída do país. Em menos de um minuto, eles registram, com segurança, sua varredura de íris exclusiva no Sistema de Gestão de Fronteiras (BMS) da Colômbia. As informações de cada passageiro são verificadas e sua identidade é comparada com as informações dos bancos de dados da Interpol, registros policiais e de outras autoridades governamentais. Isso garante que todos os indivíduos que cruzam as fronteiras internacionais não têm nenhum problema com os órgãos oficiais. Este é um passo essencial para cumprir os requisitos de segurança das autoridades de imigração. Essa verificação pode ser feita antecipadamente com as informações de API (Advance Passenger Information) ou em tempo real.

Quando esses passageiros retornam à Colômbia, eles simplesmente inserem seu número de identidade nacional em uma tela sensível ao toque conectada a porta automática da Incomelec, SAS. Depois de verificar sua íris no terminal, a identidade da pessoa é autenticada por meio de um processo digital seguro e as portas automáticas se abrem para permitir uma rápida entrada, ao mesmo tempo em que mantém a mais rígida segurança durante o processo de imigração.

O desafio com as soluções de controle de fronteira é minimizar e simplificar os procedimentos de imigração, e, ao mesmo tempo, melhorar a comodidade, a velocidade e a conveniência para os usuários finais, sem comprometer a segurança. É exatamente isso que a solução de verificação de íris ABC realiza", disse Francesc Ortodo, Diretor de Vendas de Programas Governamentais da Gemalto América Latina. "Os cidadãos colombianos já podem se beneficiar de uma segurança biométrica robusta em um ambiente confiável."

Controle de fronteiras

Tão fácil quanto o ABCdário

O programa começou como um piloto de duas semanas e consistia em 30 estações de registro BIOMIG, 16 portas automáticas e scanners de íris, uma estação de monitoramento e um servidor seguro, além de treinamento e serviços profissionais. Além disso, a Gemalto forneceu a integração dos sistemas e da solução em si, incluindo a integração de hardware e da biometria. O bem-sucedido programa piloto marcou a primeira vez que a tecnologia de reconhecimento de íris foi usada na América Latina no controle de fronteiras.

Não há tempo a se esperar quando o assunto é a segurança

A solução de controle automatizado de fronteiras foi muito bem-sucedida na mitigação dos desafios de retorno dos cidadãos, ao mesmo tempo em que cumpriu os rígidos requisitos de segurança de controle de fronteiras da Colômbia. Para os passageiros, isso implica menos filas, um retorno mais rápido e uma maior satisfação. Durante o período de testes, os cidadãos colombianos que regressavam ao país e usavam o sistema BIOMIG economizaram até 30 minutos no seu retorno ao país. Além disso, o pessoal da imigração informou que houve uma queda significativa das aglomerações e gargalos e uma maior satisfação dos passageiros e funcionários. Com base no sucesso do programa piloto e das críticas e resultados positivos, a Migración Colombia planeja expandir a implementação para outros aeroportos e centros de imigração em todo o país.

 Documento