• A Gemalto agora faz parte do Grupo Thales, descubra mais aqui.

Cartão de Serviços da Lombardia:Torne a prestação de serviços muito mais eficiente


​​​Saúde eletrônica

A região italiana da Lombardia é a maior e, economicamente, a mais importante região da Itália. Muitos consideram que ela possui o programa de identificação regional mais avançado. 95% da sua população utiliza cartões, principalmente para aplicações de saúde eletrônica. Funções e serviços privados e públicos complementares, tais como de transporte, programas de fidelidade, aquisição de combustível, pagamentos eletrônicos e serviços de televisão digital, também estão disponíveis, embora sejam menos populares ou estejam ainda na fase piloto.

Em parceria com a Actalis, uma empresa de TI sediada em Milão, a Gemalto tem fornecido a nova geração de cartões regionais inteligentes de serviços com dupla interface (CRS: Carta Regionale dei Servizi) desde 2009.

A Lombardia Informatica, o cliente final, é a empresa governamental regional de TI, cujas missões são inovar, aumentar a produtividade do sistema regional por meio da tecnologia da informação, melhorar a qualidade de vida dos cidadãos e a competitividade das empresas da Lombardia.
Saiba mais sobre o CRS

Da fabricação de cartões, integração e personalização, incluindo um certificado para entrega postal, a Gemalto já entregou mais de 6 milhões de cartões em menos de 6 meses (de setembro de 2010 a fevereiro de 2011) e mais de 9 milhões até agora.

O mais avançado sistema de saúde eletrônica da Europa

Sistema avançado de saúde eletrônica da EuropaO sistema de saúde eletrônica da Lombardia (SISS) é um dos exemplos de melhores práticas na Europa para a implementação de serviços de saúde eletrônica seguros, incluindo EHRs (Registros Eletrônicos de Saúde) e prescrições eletrônicas. Ele ilustra claramente a utilização efetiva de um cartão de saúde eletrônica seguro.

A privacidade e a segurança de dados derivam da utilização de uma rede privada virtual. A implementação de camadas de aplicação permite a criptografia das informações trocadas, a identificação, autenticação e autorização de usuários e assinatura eletrônica, tudo isso em conformidade com a política de proteção de dados italiana.

A adoção de cartões inteligentes tem um papel vital nos mecanismos de segurança do sistema, tais como o consentimento do cidadão para o processamento dos seus dados de saúde, de acordo com a lei (Art. 29), identificação e autorização de usuários, segurança de dados e acesso limitado.

Os direitos de acesso são definidos de acordo com a função do profissional de saúde. Os médicos de clínica geral podem ver todos os dados do paciente. Especialistas, por outro lado, somente podem ver os dados com o cartão do paciente (consentimento). Enfermeiros podem ver parte dos dados. Farmacêuticos somente podem ver prescrições de medicamentos e informações sobre marcação de consultas. A desconexão automática (logout) também está implementada para evitar qualquer acesso não autorizado. Os pacientes têm a opção de ocultar todos ou parte dos seus dados.

​​​Saiba mais em SISS​

Qualidade, acesso e eficiência

O cartão CRS é uma ferramenta prática de habilitação que aumenta a privacidade e a confidencialidade das informações do cidadão lombardo. Ele é intuitivamente fácil de usar e funciona de uma maneira muito semelhante a dos cartões de crédito. O cartão foi muito bem aceito tanto pelos pacientes quanto pelos profissionais de saúde. Melhor acesso significa maior igualdade de acesso para todos os que necessitam e o acesso a um número maior de cidadãos. Os benefícios compreendem a melhoria da produtividade, a minimização dos desperdícios e a otimização dos recursos.

Outras informações sobre os benefícios sociais e econômicos detalhados podem ser encontradas aqui nestes dois relatórios:
The Lombardy Health Care System
The socio-economic impact of the health information platform Sistema SISS in the region of Lombardy, Italy