• A Gemalto agora faz parte do Grupo Thales, descubra mais aqui.

O médico digital o atenderá agora


Quando se trata de serviços de saúde eletrônica, a Suécia é líder mundial

Saúde eletrônica Você precisa de orientação prática sobre sobre um problema de saúde? Ou talvez você queira comparar centros de saúde na sua área e saber o que outros usuários pensam deles. De qualquer maneira,  11​77.se está ali para ajudar. É um site de serviço público que fornece informações de saúde para os cidadãos suecos - e é a primeira rede do gênero no mundo.

O site pertence conjuntamente a todos os condados e regiões de saúde da Suécia e é um recurso que qualquer pessoa pode recorrer quando precisar de orientação profissional de confiança sobre cuidados e doença, onde quer que estejam no país. Ele está conectado de perto com o serviço de informação por telefone 1177, já que ambos se baseiam no mesmo banco de dados médicos.

11​77.se é um produto da Estratégia Nacional Sueca de TI, que foi formulado pela primeira vez em 2006, e cujo principal objetivo era abrir caminho para um melhor atendimento de saúde. Isto levou à Lei dos Dados do Paciente, que simplificou os sistemas de registros de pacientes de todos os hospitais, assim como a infraestrutura necessária para se conectar de forma segura a estes sistemas.

O Atendimento de Saúde Além das fronteiras

No início de 2010, a Estratégia Nacional de TI aumentou o seu foco municipal. Vários novos serviços foram introduzidos e a Inera AB (anteriormente SVR), uma empresa de software de propriedade conjunta dos condados suecos, foi contratada para implementá-los.

Um outro resultado desta iniciativa é a Visão Geral Nacional do Paciente  (NPÖ – www.cehis.se), um novo portal que permite que médicos e profissionais da saúde leiam os registros dos pacientes além das fronteiras municipais e do condado. Os médicos acessam com o Cartão Eletrônico SITHS para garantir sigilo absoluto ao manusear os dados do paciente. Isto melhorará significativamente a segurança do paciente e tornará o trabalho do pessoal mais fácil e menos demorado. No entanto, quer com o Cartão SITHS, ou não, o consentimento do paciente ainda é necessário antes que qualquer médico possa acessar o histórico do paciente, diz Lars Petter, porta-voz da Inera AB.

Salva-vidas digital de Estocolmo

Outra inovação é o projeto SMSLivräddare (Mensagem de Texto Salva-vidas). Todos os anos, cerca de 900 habitantes de Estocolmo sofrem insuficiência cardíaca quando estão fora do alcance de um hospital. A maioria não sobrevive. Em abril de 2010, o hospital Södersjukhuset e o Karolinska Institutet introduziram o SMSLivräddare, onde as pessoas em Estocolmo com conhecimento de reanimação cardiopulmonar (CPR) podem usar as suas habilidades para ajudar.

O SMSLivräddare é um projeto único que usa o rastreamento por GPS para aumentar as chances de sobrevivência em caso de insuficiência cardíaca fora dos hospitais. Quando os serviços de emergência recebem um alerta sobre uma possível insuficiência cardíaca, um membro do projeto será direcionado para a pessoa em perigo através de seu telefone celular. Até agora, cerca de mil salva-vidas em potencial se inscreveram, demonstrando vividamente como a tecnologia pode ser usada de maneiras nunca imaginadas antes.

Saiba como a autenticação do empregado de saúde e a identificação do paciente funcionam