• A Gemalto agora faz parte do Grupo Thales, descubra mais aqui.

Assegurando as fronteiras de Gana


​​eImmigration está ajudando o “leão da África” a alcançar o objetivo de se tornar um país desenvolvido até 2029.

(Article published in English in /review)

Assegurando as fronteiras de Gana  

Descrito como um dos leões da África, Gana está entre os países cujas economias cresceram consideravelmente nos últimos anos. O governo de Gana reconheceu a necessidade de dotar a sua economia em crescimento com uma infraestrutura onde ela possa florescer, e a migração interna foi apontada como um componente vital deste desenvolvimento. Um sistema eImmigration aproveita a poderosa tecnologia de gestão da informação - inclusive vistos eletrônicos e biometria- para ajudar os serviços de imigração a lidar com as demandas das viagens modernas.

Em 2012, o Banco Mundial concedeu ao Serviço de Imigração de Gana um financiamento para desenvolver uma infraestrutura moderna para o país na medida em que ele se deslocava para um futuro mais robusto e tecnologicamente avançado. O governo de Gana tinha quatro objetivos principais no início deste processo.

Primeiro, ele procurou implementar procedimentos padronizados de registro, aprovação e emissão para todos os vistos e autorizações, totalmente suportado pela tecnologia da informação.

Em segundo lugar, ele pretendia instalar um sistema de controle de fronteiras com tecnologia de ponta em todo o país para as sedes, escritórios regionais, fronteiras terrestres, fronteiras marítimas e aeroportos.

Em terceiro lugar, a implantação de dez portões eletrônicos eletrônicos no Aeroporto Internacional de Kotoka, em Accra, capital de Gana, permitiu o controle automatizado das fronteiras para os viajantes estrangeiros frequentes e cidadãos de Gana registrados. Finalmente, o governo disponibilizou serviços eletrônicos para todos os tipos de vistos e autorizações disponíveis através de um portal na internet.

O projeto gerará a confiança entre o público viajante e os investidores de que Gana é um lugar seguro, onde tanto o investimento quanto o turismo podem prosperar”, diz Michel Viano, Diretor de Projetos do Consórcio eImmigration em Gana, da Gemalto. “Os serviços prestados através deste projeto eImmigration criarão um ambiente seguro para a economia digital, com um armazenamento de dados mais eficiente que pode ser usado para o desenvolvimento dos negócios, pesquisa e política. Esta tecnologia criará uma demanda para as plataformas digitais, que, por sua vez, criarão empregos e oportunidades de empreendedorismo”.

Rumo ao futuro

Gana está estabelecendo sua primeira política nacional de migração, que está sendo elaborada em consonância com a mais recente tecnologia disponível. Ele tem que ser capaz de atender a uma demanda que tem crescido de forma constante durante os últimos anos. A tecnologia de segurança avançada ajuda os cidadãos a se sentirem seguros e apoiados em vez de monitorados e controlados. Ela oferece espaço ao desenvolvimento humano e promove os investimentos estrangeiros através de uma infraestrutura modernizada.

No núcleo do sistema eImmigration está o registro da população viajante. Este é protegido por um sistema de identificação e impressão digital automatizado, que acrescenta novos viajantes ao registro e automaticamente identifica aqueles que já passaram por ele antes. A utilização da biometria permite que o sistema gerencie os viajantes de forma mais eficaz, e ajudará o Serviço de Imigração de Gana a oferecer um processo confiável e conveniente a todos aqueles que cruzam as fronteiras do país.

O investimento neste tipo de tecnologia pode transformar os países e inspirar o crescimento econômico. A integração de dispositivos móveis e sistemas de computador modernos na vida profissional é importante, porém, a tecnologia de segurança também tem um papel fundamental a desempenhar na concretização de uma mudança positiva.

O sucesso do sistema de eImmigration, que é baseado na solução de gerenciamento de fronteiras e vistos da Gemalto, não é reconhecido apenas localmente. Os analistas da Frost & Sullivan premiaram a Gemalto com o 2014 Customer Value Leadership Award for Border Control and Biometrics, reconhecendo a excelência em valor para o cliente e implementação

Segundo a Frost & Sulivan, o crescimento anual esperado de controle global de fronteiras e do mercado biométrico anualmente é de 12% entre 2012 a 2021, e chegará, em 2021, a US$ 15 bilhões.

Leia o omunicado de imprensa

Encontre todos os nossos estudos de caso

Downloads

Inovação nas fronteiras

Ampliar o documento

 

Melhores práticas para processos de imigração e tecnologias que podem melhorar engarrafamento aéreo.

Ampliar o documento ou
fazer download [PDF - 700kb]