• Gemalto is now part of the Thales Group, find out more.

Proteção contra a fraude móvel


​​​Fraud protection

Acabe com a fraude de troca de SIM (SIM-swap) com uma solução segura para manter sua operadora à frente da concorrência


Em um mundo acelerado e centralizado, realizar um cadastro de forma ágil é essencial para conquistar novos clientes. Mas o uso constante da tecnologia de senha de uso único (OTP) por SMS com o intuito de oferecer aos clientes acesso rápido a serviços on-line, sem garantir uma forte verificação de identificação do assinante, é como se houvesse uma passagem livre para os criminosos usarem a fraude de troca de SIM para invadir contas bancárias.

SIM swap protection

A prevenção da fraude de troca de SIM está diretamente relacionada à eliminação do problema na fonte, ao qual implica em impedir ao máximo que os fraudadores consigam mentir sobre quem eles são para as operadoras móveis e instituições financeiras. Um mecanismo eficaz de avaliação de risco que usa dados de rede e do assinante em tempo real é essencial.


O que é a fraude de troca de cartão SIM?


A fraude de troca de SIM é uma trapaça relativamente simples. Os criminosos conseguem obter um novo cartão SIM emitido para um determinado número de celular já registrado. Quando esse novo cartão SIM é ativado na rede da operadora, o cartão SIM do usuário legítimo é desativado. Os fraudadores recebem uma senha de uso único (OTP), se autenticam para realizar transações com a conta bancária dos verdadeiros usuários, e iniciam as transferências de dinheiro, saques e compras.

Como isso acontece?

Proteja a conta do seu cliente contra ataques maliciosos com a solução Mobile Fraud Protection da Gemalto  


Para combater a fraude, os bancos precisam de informações de mudança de SIM em tempo real daqueles usuários que utilizam telefones celulares para realizar transações bancárias ou autenticarem-se, a fim de detectar qualquer comportamento suspeito antes da efetiva ocorrência da fraude. Ao melhorar o seu mecanismo de avaliação de risco, os bancos podem impedir a fraude de troca de SIM e a invasão das contas.

As operadoras são o parceiro perfeito para os bancos, com suas ricas informações e recursos de dados móveis para alimentar a avaliação de risco. Além disso, o desempenho ativo no ecossistema de proteção contra fraudes não apenas os ajudará a avançar na cadeia de valor e estar à frente com relação aos procedimentos de prevenção de roubo de telefone, mas, também, gerará um novo fluxo de receita através da monetização dos dados dos assinantes.

Mas, para fazer isso, as operadoras móveis precisam de um parceiro neutro e de confiança para ajudar a construir um ecossistema seguro de monetização de dados e atuar como o vínculo confiável entre eles e os bancos ou prestadores de serviços.

A Gemalto é especializada em soluções seguras e tem uma vasta experiência na proteção de verificação de identidade para serviços on-line e na prevenção da apropriação fraudulenta de contas, e a nossa solução Mobile Fraud Protection é a ferramenta perfeita para o trabalho.

 Fraud prevention

A solução Mobile Fraud Protection da Gemalto gerencia a permissão dos clientes (opt-in) para o recebimento de mensagens e coleta de dados, e agrega estes dados dos usuários e informações de rede em tempo real, incluindo substituição do dispositivo ou SIM, localização e dados de roaming, etc., integrando-as em um sistema de pontuação de fraude. Ele, então, gera um índice de confiança que é enviado de volta ao banco, ajudando a avaliar melhor o risco.

A solução Gemalto é flexível o bastante para ser adaptada ao cliente. Portanto, além da solução de pontuação, podemos oferecer APIs dedicados para consumir as informações diretamente da nossa solução.

O banco pode, então, decidir se o comportamento de um determinado assinante é potencialmente fraudulento e se é necessária qualquer autenticação adicional.

Se a conta móvel de um cliente estiver sujeita à uma apropriação fraudulenta, o banco pode tomar as medidas apropriadas antes que os fraudadores possam sacar os depósitos, trocar senhas ou se estabelecer como os novos beneficiários de pagamentos.

A solução Mobile Fraud Protection da Gemalto o ajudará a:

  1. Impedir a fraude de troca de SIM
  2. Tornar as senhas de uso único mais seguras
  3. Proteger a autenticação das transações
  4. Proteger contra a fraude de contas
  5. Proteger transações do tipo "adicionar novos beneficiários"
  6. Gerenciar a permissão do usuário (opt-in) em conformidade com os novos regulamentos de privacidade do projeto

Mais informações: http://www.gemalto.com/brasil/servicos-financeiros/ebanking/ezio-mobile-banking-suite​

O que o Mobile Fraud Protection pode fazer por você:  

Benefícios para as operadoras móveis:

  • Oferece novos serviços aos fornecedores digitais por meio de informações pessoais dos assinantes e monitoram a situação da conta daqueles usuários que deram permissão (opt-in)
  • Gera um novo fluxo de receitas por meio da monetização de dados
  • Impede a rotatividade de assinantes por meio de uma maior segurança
  • Oferece um modo de integração flexível

Benefícios para os bancos:

  • Cobre a maioria dos assinantes no país
  • Garante proteção contra a apropriação fraudulenta de contas para proteger os usuários finais
  • Protege serviços bancários on-line
  • Detecta práticas fraudulentas:
    • Com notificação Push assim que ocorre uma troca de SIM
    • No modo Pull, com um histórico de troca de SIM quando um cliente tenta se conectar

Benefícios para os consumidores:

  • Compartilha opt-ins para evitar o uso fraudulento do aparelho
  • Aproveita autenticação e identificação de dispositivos móveis mais seguras
  • Maior confiança em termos de segurança bancária on-line

Benefícios para os provedores de serviços digitais:

  • Combate com segurança as fraudes de identificação usando atributos como a mudança de SIM, mudança de dispositivo, localização e roaming recentes, entre outros.
  • Protege compras e serviços on-line
  • Fornece um ambiente on-line seguro para os consumidores

 

Artigos Relacionados no Blog

Identity fraud is everywhere: here’s how to improve market fraud scoring systems
ID fraud versus MNOs – who's winning?